Imposto sobre Veículos no Brasil – IPVA

Um imposto obrigatório sobre a propriedade de veículos automotores ( IPVA ) é pago para todos os veículos automotores no Brasil. Isso é pago anualmente; o mês em que deve ser pago corresponde ao dígito final do número de matrícula do veículo. É pago em atraso e não para o ano seguinte. O processo é referido como licenciamento , e para obter o imposto de renda, o motorista deve pagar quaisquer multas pendentes por estacionamento ou excesso de velocidade.

Este imposto é calculado sobre o valor do veículo e é cobrado pelo estado, embora o município em que o carro está registrado também receba dinheiro. O dinheiro é usado em nível estadual e municipal para propósitos gerais.

Quando o pagamento é devido, o proprietário do carro receberá uma carta do Departamento de Estado Brasileiro de Transporte ( Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN ) escritório, indicando o montante devido e uma data de vencimento. Essa carta precisará ser levada ao banco que financia o carro se o proprietário tiver um empréstimo em aberto ou, na maioria dos casos, para o banco com o qual o proprietário possui uma conta. Alguns bancos oferecem uma opção de pagamento do IPVA em três parcelas mensais, e em alguns estados do Brasil é possível pagar em parcelas mensais.

O proprietário do veículo precisará apresentar seu documento de licença de veículo ( Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo – CRLV) ao efetuar o pagamento do IPVA. Uma vez feito o pagamento, o extrato enviado pelo DETRAN será carimbado e deverá ser mantido com os outros documentos do veículo no carro ao dirigir para indicar que o IPVA foi pago. O não pagamento do IPVA implica multa. Um CRLV atualizado é enviado pela postagem pelo DETRAN local.

O sistema tributário rodoviário brasileiro inclui um sistema de seguro automático mínimo de terceiros conhecido como DPVAT (danos pessoais causados ​​por veículos rodoviários / danos pessoais por veículos automotores de vias terrestres ). Por vezes é referido como Seguro Obrigatório ou seguro obrigatório. Isso garante que todos os veículos tenham uma cobertura mínima de terceiros e que as vítimas de acidentes de trânsito recebam danos ou indenização por lesões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *